Moradores do Morumbi marcam primeiro ato pela segurança do bairro

Grupo de moradores do Morumbi, que já reúne mais de 1200 integrantes, resolve ir à luta contra a crescente violência que assola o bairro, onde está instalada sede do Governo do Estado.

O grupo intitulado “Moradores do Morumbi”, originado através de um grupo de moradores que sentiram casos de violência extrema bem próximos de suas famílias – pôs em foco e ao alcance de outros moradores que não sabiam onde se expressar a grande questão vigente hoje no bairro: A FALTA DE SEGURANÇA.

O bairro do Morumbi tem sido alvo de constantes atos de violência. Infelizmente o número de B.O´s registrados não condiz com todos os relatos ouvidos e vividos todos os dias no Morumbi.

Diante disso, o grupo se reuniu no último dia 11, no auditório do CPV, e em concordância com os Conseg´s da região e os Guardiões do Morumbi, decidiu fazer seu primeiro grande ato público, pleiteando pacificamente maior efetivo policial, segurança, iluminação das ruas, uma subprefeitura própria e a instalação de uma base policial fixa dentro da comunidade de Paraisópolis.

O evento intitulado S.O.S Morumbi, mobilizará muitos moradores da região, mídia e órgãos públicos e ocorrerá no dia 28 de agosto as 10:30h na Praça Vinícius de Moraes ( em frente ao Palácio do Governo).

“A participação de todos será fundamental neste ato, que é o primeiro do nosso grupo. Estamos preparados para fazer quantas manifestações forem necessárias até que medidas eficientes sejam tomadas para aumentar de forma efetiva a segurança dos moradores do Morumbi”. Afirma um dos representantes do grupo.

Porta-vozes do grupo afirmam que o objetivo é promover uma manifestação pacífica, porém enérgica o suficiente para que as reivindicações sejam ouvidas pela mídia e pelos órgãos competentes.

CONTAMOS COM VOCÊ!

Anúncios

RotatripNU de Inverno

Nos dias 22, 23 e 24 de Julho aconteceu mais uma edição do Rotatrip NU,viagem sazonal da turma do Rotaract NU. Tradicionalmente, como manda a temporada de inverno, nosso destino foi a cidade de Campos do Jordão, na Serra da Mantiqueira.

Rumo á viagem, nossa primeira parada foi no Frango Assado da Rodovia Ayrton Senna, ás 12:30 da madrugada de sexta para sábado. Por lá, tivemos que reabastecer as energias com um pouco de espetinho de frango! Porém, uma pessoa não ficou satisfeita…o desejo da Carla era mesmo comer um Mc Donalds de tal forma que  fomos o caminho inteiro ouvindo o som da balada “ quero Mc Donalds”.

Ao chegar em Campos, lá pelas 3 da manhã, ajeitamos as coisas e não tivemos muita energia para sair. Mesmo porque, o que mais poderia acontecer no centro da cidade de Campos do Jordão as 3 da madrugada? Decidimos então jogar o jogo da “cidade dorme”….uma dia a Carla as regras do jogo…..

No sábado demos a imperdível volta no centro de campos do Jordão.Para almoçar (as 4 horas da tarde), a Carol fez um belo de um macarrão grudado, mole e sem sal. Mas tudo o k, afinal a fome do momento não impediu de quase acabarmos com a panela. É claro que entre um passeio e outro, para aquecer o friozinho de 15 graus, nada melhor do que umas doses de destilados e regadas de cerveja a todo o momento.

O jogo da velha com a versão que tinha copos com whisky e muito bebedeira deram lugar ao sempre polêmico jogo da “verdade ou desafio”…Bom, as confissões que rolaram por lá, ficam por lá, certo.

Muitos acontecimentos desta viagem são mesmo inarráveis como o episódio do trio trancado na varanda do apartamento e da bela experiência do já famoso “Ar da montanha”.

O que realmente não poderíamos deixar de registrar é a alegria que contagiou a viagem, o espírito de união e o aprendizado que cada um pode transmitir a sua maneira.

Ana Carolina Araújo

Mensagem do Presidente

Mario Campos Presidente 2011-12

Aproxima-se o momento em que o presidente Gabriel Zuniga passará para as minhas mãos o martelo que conduz o Rotaract Club de São Paulo – Nações Unidas. Não nego que, se por um lado trago em mim uma ansiedade pela chegada deste momento, por outro lado, espero ter, no período que ainda resta, o tempo necessário para concluir o planejamento da gestão por vir.

Como todos que o precederam, o presidente Zuniga cometeu acertos e erros, e não acredito que farei diferente. Mas pelo que percebo, se no primeiro semestre ele conduziu um processo de união e trabalho do nosso clube, neste segundo semestre de sua gestão ele vem conduzindo um processo de preparação para trabalhos ainda maiores.

Espero com a força de minha alma que o clube consiga realizar grandes projetos durante 2011-12. Para isso, venho contando com a abertura do presidente Zuniga para ver os detalhes e os motivos de cada uma de suas atitudes, para me preparar para ser um bom presidente. Espero corresponder às suas expectativas, especialmente.

Durante a minha vivência em Rotaract, aprendi muito com meus companheiros, inclusive com o que não deu funcionou conforme planejado. Aprendi a escutar àqueles que viveram estas experiências antes de mim e espero que, no conteúdo da minha gestão, esteja o dedo de cada um dos presidentes que me precederam.

Acredito na capacidade de cada um dos associados de liderar grandes projetos. Mas que nunca, nenhum deles estará desamparado na execução destes grandes projetos, porque o companheirismo que nos move como amigos, também nos move para não permitir que o companheiro, o amigo, carregue sozinho um fardo maior que seus ombros. Acredito que somos uma célula de uma entidade muito maior do que nós e por isso acredito nas parcerias internacionais e nos trabalhos em conjunto com a Fundação Rotary.

Acredito em oferecer na comunidade oportunidades como eu tive para fazer parte de um clube assim maravilhoso, que me fez crescer como pessoa e como profissional.

Não pretendo realizar mais do mesmo. Pretendo realizar muito mais, do mesmo e com algumas novidades. Mas para isso, o mesmo deve ser feito com precisão. Acredito que possamos fazer muito mais e pretendo trabalhar para isso. Mas para isso, acredito no dever de alinhar todos os trabalhos com a essência do clube, aquilo que movia a alma dos fundadores e ainda move a alma dos companheiros. Acredito que somente, conhecendo a nós mesmos, como clube, como identidade coletiva, podemos realizar o nosso melhor para envolver a humanidade.

 Mario Campos

Carta do Presidente

Presidente 2010-11
Gabriel Zuniga Presidente 2010-11

Primeiro gostaria de agradecer a todos por me ajudarem a realizar todas minhas metas.

Nos aproximamos da comunidade

Voltamos a nos dar bem

Alcançamos a menção presidencial

Crescemos

E chegamos

Lorraine: obrigado por ser você mesma e nos cobrar sempre.

Flavia :obrigado pela criação dos projetos NU na comunidade isso marcou a historia do club, nos aproximando.

Rafael: obrigado por ser do contra e ver problemas que nos iriamos ignorar.

Mario: obrigado por sempre me apoiar um presidente precisa disso

Ale: obrigado por nos contagiar com sua energia e bom humor

Zé: valeu por voltar

Agora peço essa mesma energia nas próximas gestões e nos orgulhar por ter feito projetos e deixar que a opinião dos outros sobre nos e nossos projetos sege ofuscada por nossa criatividade na hora de servir a nossa comunidade.

Obrigado a todos.