A volta de Registro

Segue a aventura que passamos voltando de Registro.
O texto foi escrito pelo Vitório e foi colado na íntegra.

Ontem, enquanto tentamos trocar o pneu do carro passaram 237 elefantes na BR, pelo menos foi o número que o Mac, do distrito 4430 nos passou.
Bom, vou começar a história do começo, assim todos entenderão.
A primeira parte a maioria já sabe, nos encontramos logo cedo para ir na primeira REPRESE da RDR Lorraine (@lorrainedias), em Registro e em seguida participar da posse do Rotaract Registro.
Lógico que entre a REPRESE e a posse a Carla (@epimeteia), nos ajudou a encontrar um bar onde pudemos assistir o Palmeiras ganhar do Corinthians de 3X0.
Assistimos a posse, que foi muito boa (álias quero até aproveitar o post para desejar um enorme sucesso ao Felipe na condução do clube, e parabenizar a Carla pela condução do clube na gestão que se passou, queria ter estado mais de perto sua gestão, mas sei que foi uma excelente gestão), após saimos a caminho de São Paulo, e ai que começou a nossa história.
Quando saímos, a Paula (@paulevisk), que é a Secretária do Rotaract PUC também pressentindo o que aconteceria, trairamente saiu com o Zuniga e outros companheiros, deixando eu (@virts), o MAC do 4430, o Arroyo do Rotaract NU, a Lorrayne, atual RDR e o Fábio do Rotaract Arcadas em nosso cruel e divertido destino.
To Bolado contigo Paula.
Quando estavamos quase na BR o Arroyo chegou a sugerir que dormissemos em Registro, mais tarde ele confessaria para a gente que estava com maus presságios, tipo aqueles lances de estar com uma coceirinha atrás da orelha, mas meio que ninguém adotou muito a idéia e viemos para São Paulo.
Chovia muito no caminho, além de que tinha muito elefante na estrada, o que deixava o caminho um pouco mais perigoso, chegamos até mesmo a ver um elefante dormindo no meio na estrada, bizarro isto, por que podia causar o maior acidente, mas de boa, seguimos.
Quando estavamos no meio do caminho, perto de Juquitiba, passamos por dentro de algum buraco, provavelmente gerado por algum elefante com sobrepeso, já que o Lula disse que BR tava pronta a alguns dias né, e tivemos de parar na primeira entrada que achamos, já que estavamos em um trecho onde não existia acostamento.
Por sinal a entrada era para um pequena favelinha, e como característica não era asfaltada, o que deixou tudo mais trágico e legal ao mesmo tempo.
Começou a bizarrice, tudo notavelmete por culpa da Lorraine, que deveria ter feito como sua primeira ação um workshop de trocar pneu, já que nem colocar o macaco direito a gente sabia, além de que a gente não tinha lugar para apoiar o macaco( é lógico que se perguntarem sobre o fato de saber trocar pneu para a gente negaremos até o fim, afinal isto colocaria em questão a nossa masculinidade), já que era barro onde estavamos, e quando tentavamos subir o carro o macaco afundava.
Enquanto isto o Mac contava os elefantes que passavam.
Para ajudar mais ainda, deu alguma pane elétrica no carro, que fez com ele não ligasse de jeito algum. Até que foi bom tudo isto, por que pudemos refletir sobre a Conferência de Segurança Pública que participamos no sabádo, afinal toda vez que passava alguém que morava na vilinha em frente onde estavamos parados, ficavamos meio alerta, dá que eles estavam em perigo né ( sei que pode parecer meio preconceituoso isto, mas a questão da segurança é tão séria que quando estamos a noite na rua meio que ficamos com medo de qualquer pessoa) , no minimo poderiamos oferecer um bom papo, já que nem guarda chuva a gente tinha pra todo mundo.
Por fim, chegou o nosso elefante guincho, junto com um táxi, que nos levou são e salvos a São Paulo.
A parte legal disto tudo, se é que ninguém percebeu ainda , é que fizemos companheirismo em condições adversas, além de que temos um história a ser contada nos próximos congressos e até pros netos.
Algumas observações:
– O Rotaract Arcadas agora tem um ponto extra no ranking distrital, já que o Fábio era o único que tinha uma lanterna
– No kit distrital de Rotaractiano agora viram dois tocos de madeira para servir de base fixa, uma lanterna e uma bandeira do Rotaract Registro.
– A bandeira do Rotaract Registro quando você está com muito frio serve até como cobertor.
– A pergunta que não quer calar: Quem roubou a bandeira do Rotaract Registro?

Anúncios

80ª Conferência Distrital do Rotary

Entre 24 e 26 de abril, aconteceu a 80ª Conferência de Rotary – Conferência das Realizações. Como acontece anualmente, os rotaractianos e interactianos participaram das atividades do sábado (25/04). O ônibus, cedido pela Governadoria do Distrito 4610, saiu do Terminal Rodoviário da Barra Funda às 7h da manhã e retornou para São Paulo às 20h.

Pela manhã, os jovens participaram de todas as palestras na Plenária principal. E à tarde, aconteceu a Casa da Juventude, com palestras de Cesar Romão e Antonio Hallage. Cerca de sessenta jovens participaram das atividades desta sala dedicada aos programas de juventude. Em seguida, foi a vez dos companheiros arriscarem-se num animado videokê.

O Rotaract NU contou com a participação de 4 integrantes (Arroyo, Loraine, Flávia e Zuniga) e mais 2 convidados. (George e Patrícia).